Mulher é brutalmente assassinada pelo ex-companheiro em Guanambi; acusado é procurado pela polícia

Mulher é brutalmente assassinada pelo ex-companheiro em Guanambi; acusado é procurado pela polícia

Na noite desta sexta-feira (4), um crime bárbaro chocou os moradores da rua F, no bairro Dr. José Humberto Nunes, em Guanambi (BA). De acordo com informações apuradas pelo PORTAL VILSON NUNES, por volta das 22h50, um homem, identificado como Miguel Rodrigues Silva, de 43 anos, invadiu a casa da ex-companheira Francisca Maria Rodrigues, de 40 anos, e a matou com vários golpes de barra de ferro, provocando esmagamento craniano na vítima, que morreu ainda no local. O fato foi presenciado pela filha de 22 anos.

Após o crime, Miguel fugiu em uma motocicleta Bros tomando rumo desconhecido. Uma guarnição da Polícia Militar esteve no local rapidamente e saiu em diligências na tentativa de prender o acusado, no entanto, até a publicação desta matéria não obteve êxito. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica também compareceu na área para realizar o levantamento cadavérico. Em seguida, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para ser necropsiado.

MOTIVAÇÃO DO CRIME

A Polícia Civil já instaurou inquérito para apurar o crime, mas informações obtidas de forma extraoficial dão conta de que o homem não aceitava o término do relacionamento. Ainda segundo informações da polícia, eles viviam juntos e a vítima era constantemente agredida. Na ocasião, ela solicitou medida protetiva e foi concedida em março do ano passado e os dois se separaram. Ela passou a ser assistida ela Ronda Maria da Penha por algum tempo, mas pouco tempo depois a vítima pediu na justiça a revogação da medida protetiva e os dois reataram o relacionamento. No entanto, recentemente ela decidiu se separar novamente e, o homicida decidiu matá-la.

Mulher é morta com golpes de ferro pelo ex-companheiro em Guanambi - Folha do Vale

Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro do homem da foto acima, pode manter contato com a polícia, através do 190. O sigilo é garantido.

Conforme matéria publicada pela nossa reportagem, no dia 29 de julho de 2020, o município de Guanambi havia completado 02 anos sem registro de feminicídio decorrente de violência doméstica.

Fonte: Portal Vilson Nunes

Fonte: https://lsnoticia.blogspot.com

Quixabeira FM