Bahia abre o placar contra o Inter, leva a virada depois de marcação de pênalti polêmico e empata nos acréscimos

Bahia abre o placar contra o Inter, leva a virada depois de marcação de pênalti polêmico e empata nos acréscimos

Depois do vexame do meio de semana contra o Flamengo quando perdeu o jogo em pleno Pituaçu por 5 a 3 que resultou na demissão do treinador Roger Machado, o Bahia voltou a campo para mais uma missão difícil, enfrentar o Internacional no Beira- Rio, o time gaúcho é o líder da competição, invicto em casa e não tinha tomado nenhum gol em seus domínios.

O treinador Claudio Prates ousou e fez algumas mudanças, tirou o goleiro Anderson e colocou Mateus Claus, Lucas Fonseca perdeu o espaço para Evandro na zaga e surtiu efeito, se não o esperado, pelo menos mostrou mais efetividade nas jogadas de ataque, a defesa mostrou um pouco de fragilidade, mas esteve muito melhor que atuação contra o Flamengo.

O jogo

Mateus Claus defendeu o primeiro chute em menos de 2 minutos

Inter e Bahia fizeram um jogo de iguais no primeiro tempo, em vários aspectos. Com menos de dois minutos, D’Alessandro teve a chance de abrir o placar, em chute que Mateus Claus defendeu com os pés. Mas foi o Bahia quem marcou primeiro, aproveitando um erro do Inter. Aos 19 minutos, a defesa colorada perdeu a bola ao sair jogando, e Rodriguinho dominou de frente, deu um belo drible no zagueiro e tirou a bola de Marcelo Lomba. Aos 27, foi a vez da defesa do Bahia errar ao tentar afastar uma bola. Thiago Galhardo cruzou e Patrick, de cabeça, deixou tudo igual novamente. Gilberto marcou o segundo para o time baiano aos 41, mas estava impedido e o gol foi anulado. O mesmo ocorreu com o gol de Thiago Galhardo para o Inter, aos 44.

No segundo tempo, o panorama se alterou. O Inter encurralou o Bahia, que passou a apostar de vez nos contra-ataques, mas sem levar perigo ao gol de Marcelo Lomba. Aos 13 minutos, D’Alessandro cobrou uma falta perigosa e Mateus Claus fez grande defesa. Depois disso, a sina de igualdade entre Inter e Bahia voltou a se repetir, com um pênalti para cada lado. Gregore numa disputa com Cuesta dentro da área aos 22 o árbitro viu penalidade, o Bahia reclamou que o jogado colorado tinha se jogado, o árbitro foi a cabine e confirmou a penalidade, Galhardo bateu e converteu. Mas, aos 50 minutos, a arbitragem marcou uma falta fora da área em cima de Rossi, quando o Bahia preparava para cobrança foi chamado pelo  VAR para marcar uma falta de Rodinei em Élber em lance sem a bola. Clayson empatou para o Bahia, que ainda teve chance de virar com Ernando aos 54 – Abel Hernández salvou em cima da risca.

Na tabela

Mesmo com o empate, o Inter mantém a liderança do Brasileirão, com 17 pontos. Mas vê a vantagem para o vice-líder, o São Paulo, cair para apenas um ponto. Já o Bahia chega a nove pontos, com um jogo a menos, e atualmente é o 11º colocado. Clique e confira a tabela completa do Brasileirão.

CN | GE

 

Fonte: https://lsnoticia.blogspot.com

Quixabeira FM